Blog do Júnior Bocelli

Estudos bíblicos, reflêxões, devocionais, histórias e artigos em geral.

Mutirão de evangélicos envergonhando Jesus

Mutirão de evangélicos envergonhando Jesus

Existem uma ou duas coisas no meio “cristão” que me deixam incomodado; hoje gasto mais tempo ensinando o que não é Evangelho do que ensinando o que é. Na verdade percebo que as duas tarefas são quase idênticas, pois as mentiras com que os homens se enganam são as mesmas desde sempre, consistindo na matéria prima de qualquer religião pagã, com algum disfarce aqui e ali. Neste texto apresento uma ou duas coisas que em especial me incomodam pelo fato de que, além de ter mais trabalho para ensinar o Evangelho, também vou vendo o mal que essas pessoas vão causando aos seus semelhantes. Torrnando uma parte do povo anestesiada em relação verdade – enquanto vão vivendo um falso Evangelho – e uma outra parte (a maioria) inimigas de Deus e impenetráveis ao Evangelho de Jesus (o vídeo ao final da matéria responde a essa última frase).

A primeira delas diz respeito desonestidade histórica que os adeptos das seitas “cristãs” praticam quando se autodenominam “cristãos”, pois, uma análise etimológica do verbete “cristão” revela que este termo deveria ser usado para designar algo ou alguém que carrega alguma relação com o Jesus; o que na grande maioria dos casos não acontece na realidade. Bem como, uma análise do termo “evangélico”, revela que ele deveria indicar alguma semelhança com o Evangelho do mesmo Jesus. Aí reside um mal duplo! Em primeiro lugar esses que se dizem “cristão” (sobretudo “evangélicos”) vivem que entorpecidos em relação a Verdade, pois eles caíram no engano de que uma simples confissão de fé e uma pequena mudança de hábitos é o suficiente para categorizá-los como seguidores de Jesus.

O outro mal que mencionei acerca dessa confusão de termos está ligada ao mal que esses “cristãos” causam àqueles que, por algum motivo, não têm uma confissão de fé “cristã” ou “evangélica”. De fato todos os ateus que conheci ao longo da vida são na verdade “anti-igreja” ou “anti-religião”; eles na verdade nem podem ser considerados ateus porque nunca conheceram a Deus para O negar. Sempre que começo a conversar com um ateu percebo no decorrer da conversa que na verdade o que eles rejeitam é a burrice dos cristãos, o fanatismo religioso e a hipocrisia dos evangélicos. As respostas prontas que eles possuem nunca permanecem sustentadas uma vez que o engôdo “cristão” é removido.

Os que ainda buscam algum abrigo nesse convívio humano fazem isso somente quando suas vidas tornam-se insuportaveis – parece que os “cristãos” conseguiram transformar o “evangelho” na segunda pior coisa do mundo, pois o sujeito só “aceita” quando está prestes a jogar a toalha (acho que é por isso que todo mundo se gaba se ser “ex” alguma coisa). Quando essas pessoas “chegam na igreja” encontram algum alívio no início que pode ser conseguido através de uma mudança de hábitos, ou, na maioria das vezes, apenas é apresentado a essas pessoas uma nova visão dos seus problemas e/ou a promessa de que num futuro “seus problemas serão resolvidos por Deus”. Ledo engano, pois esses mesmos “cristãos” que gostam de dizer que “Deus fará alguma coisa” não são capazes eles mesmos de darem algum apoio real (físico, econômico, afetivo e etc) a essas pessoas numa tentativa de aliviar os seus problemas.

Pertenço a uma geração de “cristãos” que não é nova, pois Tiago já denunciava esses que, dizendo-se Cristãos, falam e prometem muito, mas de fato não realizam nada:

De que adianta, meus irmãos, alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Acaso a fé pode salvá-lo? Se um irmão ou irmã estiver necessitando de roupas e do alimento de cada dia e um de vocês lhe disser: “Vá em paz, aqueça-se e alimente-se até satisfazer-se”, sem porém lhe dar nada, de que adianta isso? Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta.

Você pode se considerar Cristão, e, lendo isso, esteja dizendo que “as coisas são assim mesmo, pois alguns vêm ao Senhor pela dor” – adágio “crentês” que em tudo acha uma maneira de santificar o que é maligno. Ora, pra você digo que dentro dos presídios alguns presos aceitam ser estuprados pelos membros de uma determinada facção para não serem mortos por membros de uma outra facção rival; muitos países pobres aceitam viver em uma situação humilhante para poder receber ajuda econômica e proteção de militar de países ricos; dentre muitos outros exemplos. Parece até que Deus deu o direito a esses “cristãos” de se aproveitarem das últimas esperanças dos necessitados e serem esses grandes canalhas que geralmente eles são.

Não digo que os “cristãos” têm o poder de impedir a salvação de algum homem, pois “a salvação a Deus pertence”. Porém, sou obrigado a repetir o mesmo que Paulo disse (repetindo os profetas do Velho Testamento) acerca dos judeus de sua época na carta aos Romanos:

Você conhece a vontade de Deus e aprova o que é superior, porque é instruído pela Lei. Você está convencido de que é guia de cegos, luz para os que estão em trevas, instrutor de insensatos, mestre de crianças, porque tem na Lei a expressão do conhecimento e da verdade. E então? Você, que ensina os outros, não ensina a si mesmo? Você, que prega contra o furto, furta? Você, que diz que não se deve adulterar, adultera? Você, que detesta ídolos, rouba-lhes os templos? Você, que se orgulha da Lei, desonra a Deus, desobedecendo à Lei? Pois, como está escrito: “O nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vocês”.

Portanto, não fique escandalizado quando eu afirmo que “não sou mais evangélico”; assim será até que esse termo deixe de designar os adeptos dessa nova religião que não tem muito a ver com o Evangelho de Jesus. Tive que deixar de ser “evangélico” segundo esse movimento humano e terreno, para poder ser Evangélico segundo o Evangelho de Jesus.

Assista o vídeo abaixo e veja se existe mente sã nesse meio, e, mais tarde, pense se alguém com uma mente sadia e que não esteja desesperado faria parte de um negócio desses.

Escrito por Júnior Bocelli

Júnior Bocelli tem 31 anos, é Bacharel em Física, mas se deu bem mesmo trabalhando como web designer e professor; CEO da iCriação - Sistemas Web e Desktop e funcionário público. Amante de Jesus e do Evangelho, dedica parte do seu tempo a ajudar pessoas que querem Deus, mas não suportam mais a religião.

27 Comentários so far.

  1. Iolanda says:

    Portanto, não fique escandalizado quando eu afirmo que “não sou mais evangélico”; assim será até que esse termo deixe de designar os adeptos dessa nova religião que não tem muito a ver com o Evangelho de Jesus. Tive que deixar de ser “evangélico” segundo esse movimento humano e terreno, para poder ser Evangélico segundo o Evangelho de Jesus.

    Penso da mesma forma Junior ,parabéns pelo blog.

  2. Mateus says:

    Desculpe, mas isto que vc escreve no teu post é pra edificação da fé de alguém? Na boa meu velho, tô fora! Vá se converter!

  3. Fernando says:

    Na boa velho, pára de ir na onda de caio fábio, às vezes encontramos um lobo disfarçado de ovelha no meio do caminho para enganar as pessoas… sai desse caminho enquanto é tempo, a biblia diz que muitos falsos profetas virão.. e vc parece ser um deles.. portanto, vá se converter!

  4. Querido Fernando,

    Também diz no mesmo trecho que esses “lobos” são pessoas gananciosas que vivem de enganar as pessoas por puro negócio; e, pelo que sei, o querido pastor Caio mora de aluguel, não tem aposentadoria e anda em um Fiat Uno velho. Resumindo, não confere com a descrição neste ponto.

    Outro ponto importante é considerar os frutos que tal pastor dá. Posso dizer que o pastor Caio ajudou milhões de pessoas no Brasil e fora dele, e continua ajudando muitas pessoas. Eu mesmo pude provar que seus frutos são bons, pois fui imensamente ajudado quando eu precisei de ajuda.

    Abraços.

  5. Alex Martins says:

    Junior parabéns pelo site e pelo artigo.
    Na próxima marcha estarei novamente lá no protesto está convidado a participar ou divulgar.

    VEja como foi no ano passado: http://www.desejandodeus.com.br/2010/06/marcha-para-jesus-2010-eu-estava-la.html

    e aki o convite para o desse mes:
    http://goo.gl/qehfg

    Fica paz irmão
    Um abraço

  6. gisa says:

    oi queria deixar aqui minha INDGNAÇAO
    pois em ves de por programa para falar mas de PASTORES procurem proclamar o EVANGELHO.
    VCS SAO O QUE A BIBLIA AMANTE DE SI MESMO
    E VIVEM PARA DIFAMAR AS PESSOAS
    VAI ATRAS CO CONGRESSO E DIGA NAO A PL122 FALEM DO QUE BOM É
    CRISTO

  7. Claudemir says:

    Ok, Júnior, mas fiat Uno velho não! ele tem um carro bem melhor do que isso!! Que Deus continue te abençoando e usando o Pr. Caio.

  8. Querido Claudemir,

    Em um Papo de Graça não muito antigo ele diz que anda de Fiat Uno; procure nos arquivos.

    Abraço.

  9. Querido Alex Martins,

    Estamos juntos!

    Abraço.

  10. Queria Gisa,

    Com o perdão da palavra, você não passa de uma idióta. Pois eu te desafio a encontrar nos Evangelhos algum trecho onde Jesus diz que devemos lutar contra os homossexuais ou nos preocuparmos com isso. Não existe!

    Isso não passa de um jargão, uma invenção que alguns “pastores evangélicos” e políticos sem escrúpulos inventaram para se aparecer (todos eles não seriam conhecidos se não existisse esse “antigaysismo” evangélico). De Silas Malafaia ao fanfarrão do Bolsonáro: são uma vergonha para o nosso país, pois usam o preconceito do povo para obterem apoio popular: no caso dos religiosos dinheiro, e votos no caso dos políticos.

    Você infelizmente não conhece o Evangelho, só esse cocozão que sai da boca desses pastores.

    Abraço.

  11. Fico feliz em ver a revoluçao que se inicia em nosso país.Sei o por que de tudo isso,a ganancia das pessoas é maior do que sua capacidade de discernimento.Fico impressionado de ver o Estevam Hernandes pregar as mesmas coisas todos os domingos e as pessoas nao perceberem isso.Sofro até hoje com a minha ruptura com a igreja evangélica,nao consigo me encontrar em um grupo que queira viver o real evangelho de cristo,sao todos preconceituosos,radicais e burros.Parabéns pelo blog,e resista! Pois os chacais da fé vao tentar calar sua voz!

  12. Junior says:

    Junior, parabéns pelo trabalho.

    Que o Senhor Jesus te abençoe
    cada vez mais meu irmão.

    *abraça*

  13. felipe says:

    júnior, eu também concordo nesse ponto, se teve um cara que não ficou rico com igreja, foi o caio, dia desses eu o vi fazendo um apelo dizendo que quando eles arrecadam muito, arrecadam 18 mil reais!!!!! entao, sem comentários…..

  14. ADRIANA says:

    patético

  15. Cara Adriana,

    Alias é muito patético.

    Abraço.

  16. Caro Felipe,

    Ele anda por aí de Fiat Uno e mora de aluguel.

    Abraço.

  17. um escriba aproximou de JESUS e disse. mestre a onde for irei contigo.disse lhe JESUS as raposas tem seus covís e as aves do céu ninho mas o filho do homen não tem a onde reclinar acabeça. o dia dia de JESUS era apertado que era o proprio DEUS. hoje vc ver lideres de Igreja só andando de carro do ano sem se preocupar com seu próximo. parabéms pelo seu blog junio.

  18. Daniel says:

    Caro Junior Bocelli,

    Ninguém participa da igreja sozinho. Já ouvi muitas pessoas dizendo que amam Jesus, mas quando são chamados para ir à igreja, rejeitam a ideia. A igreja é o projeto de Deus. Todos nós juntos formamos a igreja. Não há como viver em comunhão com Deus sem participar da igreja.

    A igreja é o único plano de Deus para quem diz ama-lo, não basta salvar pessoas do inferno, é necessário aprender a viver em comunidade. O plano de Deus é edificar sua igreja, foi por ela que Cristo morreu. O cristianismo não se vive isoladamente. É necessário viver em comum unidade.

    Muitos dão tantas desculpas, mas nenhuma delas é coerente com o evangelho. Sabe por quê? Porque estão centradas no seu eu, o seu conforto e sua forma de pensar. DEUS QUER NOS CONFORMAR COM A IMAGEM DE SEU FILHO E NÃO A IMAGEM DE NÓS MESMOS. Somente Ele sabe o que é viver em unidade.
    “EU NÃO PARTICIPO DA IGREJA POR QUE ELA NÃO É PERFEITA.” Cara, não existe igreja perfeita porque ninguém é perfeito. Jesus não escolheu os melhores, ele não veio para os que estavam bons. E se você encontrar uma igreja perfeita não entre nela porque VOCÊ vai estragar ela.

    “Não me submeto à igreja porque não me submeto a homens.” Deus escolheu pessoas para nos ensinar e nos guiar enquanto estivermos aqui. Você tem que confiar no seu pastor. Se não aprender a confiar nele não aprenderá a confiar em Deus. “Vou viver um cristianismo puro e autentico.” Nessa terra não vamos viver a plenitude da vida de Deus. Nunca seremos o que deveríamos ser. Muitos dão tantas desculpas, mas nenhuma delas é coerente com o evangelho. Sabe por quê? Porque estão centradas no seu eu, o seu conforto e sua forma de pensar. Deus quer nos conformar a imagem de seu filho e não a imagem de nós mesmos. Somente ele sabe o que é viver em unidade porque a igreja existe desde a eternidade. Nós é que precisamos entrar nela. Não há como amar a Deus e não amar sua igreja.

    Você quer ser pleno com Deus? A única forma é pertencer à igreja. Ele está nos usando para construir a pátria celestial. Nós somos as pedras vivas onde Deus esta construindo a nova Jerusalém. Deus quer que você faça parte da edificação que ele esta fazendo. Essa é a boa, perfeita e agradável vontade de Deus para sua vida. Deus usa as pessoas para nos formar, forjar, confrontar. Relacionamentos é isso que Deus quer. Relacionamento é pessoa com pessoa. Os mandamentos de Deus são recíprocos, serve para todos e é sempre entre um e outro. NINGUÉM É MELHOR QUE NÍNGUEM, ESTAMOS TODOS JUNTOS NESSA.

    A plenitude da vida de Cristo só pode ser vivida na igreja, e se você ainda não se encontrou em alguma igreja ou até mesmo sentiu a presença de Deus nela, sinceramente está precisando ir em um culto de libertação, por que é isso que você está precisando, ser liberto de você mesmo!!

    Jesus te ama!!

    Abraço

  19. Gostei muito do que vc escreveu! o contexto sobre verdade do evangelho! Ando passando dificuldades com meu marido ele agora,virou um desses crentes fanaticos que faz tudo que o pastor mandar… E o pior que dar um de bom pra todo mundo e quando em casa ele deixar pra depois naoa sei oq faço pra abrir os olhos dele… Eu aceito Jesus mas nao aceito fanatismo!

  20. Daniel says:

    CARO JUNIOR BOCELLI,

    SE VOCE ABRE UM BLOG PARA UM ESPAÇO DEMOCRATIVO NAO DEVERIA APAGAR
    AS OPNIOES CONTRARIAS AS SUAS. A PROPOSITO SÓ VEMOS COMENTARIOS COERENTE AO SEU, SERA POR QUE?? TODOS PENSAMOS IGUAIS??

    NAO MESMO! POR ISSO ESTOU ESCREVENDO NOVAMENTE O COMENTARIO QUE “VOCE MESMO APAGOU”, MAIS VE SE DEIXA ELE AI PELO MENOS ALGUNS DIAS, OK?

    VOLTO A DIZER, VIVE AQUILO QUE VOCE PREGA NAO O QUE VOCE DIZ,
    PRECISAMOS OLHAR PRA JESUS, NAO PARA UMA INSTITUICAO OU OUTRA QUE SE DENOMINA EVANGELICA. POR QUE JULGAR O PROXIMO É MUITO FACIL, AO INVES DE COMEÇAR A MUDAR NOS MESMOS.

    SE VOCE ESTA ATRAS DE IGREJA PERFEITA AQUI NA TERRA EH PERIGOSO VOCE ENCONTRAR UMA E FICAR AQUI NA TERRA ENQUANTO O SENHOR VOLTAR.

    SE PREPARA…

    ABRACOS

  21. Daniel says:

    SEGUE O ULTIMO COMENTARIO QUE VOCE APAGOU:

    Ninguém participa da igreja sozinho. Já ouvi muitas pessoas dizendo que amam Jesus, mas quando são chamados para ir à igreja, rejeitam a ideia. A igreja é o projeto de Deus. Todos nós juntos formamos a igreja. Não há como viver em comunhão com Deus sem participar da igreja.

    A igreja é o único plano de Deus para quem diz ama-lo, não basta salvar pessoas do inferno, é necessário aprender a viver em comunidade. O plano de Deus é edificar sua igreja, foi por ela que Cristo morreu. O cristianismo não se vive isoladamente. É necessário viver em comum unidade.
    Muitos dão tantas desculpas, mas nenhuma delas é coerente com o evangelho. Sabe por quê? Porque estão centradas no seu eu, o seu conforto e sua forma de pensar. Deus quer nos conformar a imagem de seu filho e não a imagem de nós mesmos. Somente ele sabe o que é viver em unidade.

    “Eu não participo da igreja porque ela não é perfeita??” -Não existe igreja perfeita porque ninguém é perfeito. Jesus não escolheu os melhores, ele não veio para os que estavam bons. E SE VOCE ENCONTRAR UMA IGREJA PERFEITA NÃO ENTRE NELA POR QUE VOCE VAI ESTRAGAR ELA. “Não me submeto à igreja porque não me submeto a homens??” – Deus escolheu pessoas para nos ensinar e nos guiar enquanto estivermos aqui. Você tem que confiar no seu pastor. Se não aprender a confiar nele não aprenderá a confiar em Deus. “Vou viver um cristianismo puro e autentico??” – Nessa terra não vamos viver a plenitude da vida de Deus. Nunca seremos o que deveríamos ser.

    Muitos dão tantas desculpas, mas nenhuma delas é coerente com o evangelho. Sabe por quê? Porque estão centradas no seu eu, o seu conforto e sua forma de pensar. Deus quer nos conformar a imagem de seu filho e não a imagem de nós mesmos. Somente ele sabe o que é viver em unidade porque a igreja existe desde a eternidade.

    Nós é que precisamos entrar nela. Não há como amar a Deus e não amar sua igreja.

  22. viviane says:

    Junior, você não precisa ficar se defendendo de nada e nem defendendo niguém, assim você se contradiz. Diz que não é evangélico como os atuais e que leva o Evangelho de Cristo, mas nunca vi CRISTO antes pedir desculpas e depois chamar alguém de idiota e falar palavras estranhas como “cocozão”. Aí, o Caio fábio e outros líderes não precisam de defesa de ninguém… Deixe falar, vai dar bons conselhos no seu site, não responda esses que só querem provocar, assim vc se compara a eles. Vai viver o seu Evangelho, gaste seu tempo seguindo a Cristo e não repondendo os outros assim. Olha, leio muitas coisas na internet, não respondo não, mas resolvi escrever pra você porque vi boa intenção, mas não caia na armadilha do diabo. Você vai ficar igual ao Malafaia e outros de quem fala tanto, somente respondendo e se defendendo ao invés de gastar o tempo falando de Deus. Os homens não são perfeitos, niguém é, todo mundo erra, já errou e vai errar, tu vai é se decepcionar entrando tão de cara assim pra defender homem! Defenda a Cristo, somente, tá? Aí , não me entenda mal, mas já vi muita coisa por aí, hoje não levanto bandeira de niguém, só de Cristo! A paz pra você de uma Cristã que tem orgulho do Deus a quem serve. Valeu

  23. Willian Saturno says:

    Boa tarde.

    Concordo com vc em grau, gênero e número, porém sempre houve e sempre haverá pessoas que se intitulam pastores, bispos, presbíteros e até “Apostolos”, para se promoverem e tirarem algum benefício da grande massa sedenta por DEUS, é por isso que eu te insentivo a organizar núcleos de discussão Bíblica pequenos círculos de pessoas par se reunir e levar a palavra de DEUS em sua maneira simples sem distinguir religião apenas a Biblia talvez conseguiria abrir os olhos de alguns que estão a margem da incredulidade, Conte comigo.

  24. José Roberto says:

    Júnior,

    Depois de um tempo na igreja, percebi o quanto estava sendo manipulado psicologicamente, e de uma forma que eu me sentia mal porque achava que isso e aquilo era pecado. Hoje, não vou mais à igreja porque cansei de irmãos querendo cuidar da minha vida. Outra coisa que percebi na igreja, é que as pessoas falam com você se você vai lá congregar, quando você deixa de ir essas mesmas pessoas que se intitulam “irmãos”, simplesmente não falam mais com você porque você não faz mais parte do grupo. Tenho amigos que não são de nenhuma igreja, e são amizades de mais de 20 anos, diferente dos da igreja que nem falam mais comigo porque não tenho ido. Percebo nisso tudo um pouco de interesse.
    A outra coisa é em relação ao dízimo. Vejo o povo indo de ônibus, deixando de pagar as contas em casa, tirando o que comprar pra comer pra dar o dízimo pro pastor, enquanto o pastor sai da igreja de carro importado.
    Bom, não faço mais parte desse fanatismo religioso, agora é intolerância religiosa.
    Amo à Deus, amo ao meu Jesus. E só.
    Há pouco tempo saiu uma revista (acho que a Época) onde foi noticiado que já existem muitos evangélicos não praticantes, igual aos católicos. Algum motivo eles devem ter.
    Abraço e parabéns pelo artigo.

    José Roberto

  25. José Roberto says:

    Júnior,

    Depois de um tempo na igreja percebi o quanto estava sendo manipulado psicologicamente, e de uma forma que eu me sentia mal porque achava que isso e aquilo era pecado. Hoje não vou mais à igreja porque cansei de irmãos querendo cuidar da minha vida. Outra coisa que percebi na igreja é que as pessoas falam com você se você vai lá congregar, quando você deixa de ir essas mesmas pessoas que se intitulam “irmãos” simplesmente não falam mais com você porque você não faz mais parte do grupo. Tenho amigos que não são de nenhuma igreja, e são amizades de mais de 20 anos, diferente dos da igreja que nem falam mais comigo porque não tenho ido.
    A outra coisa é em relação ao dízimo. Vejo o povo indo de ônibus, deixando de pagar as contas em casa, tirando o que comprar para comer e dar o dízimo pro pastor, enquanto o pastor sai da igreja de carro importado.
    Bom, não faço mais parte desse fanatismo religioso, agora é intolerância religiosa. Não quero mais ninguém metendo o bedelho na minha vida, e o que o pessoal da igreja mais gosta de fazer. Não concordo com esse monte de doutrinas impostas. Quem sabe da minha vida sou eu, o que eu faço ou deixo de fazer só interessa a mim.
    Amo à Deus, amo ao meu Jesus. E só.
    Há pouco tempo saiu uma revista (acho que a Época) onde foi noticiado que já existem muitos evangélicos não praticantes, igual aos católicos. Algum motivo eles devem ter.
    Abraço e parabéns pelo artigo.

    José Roberto

  26. Pardal says:

    O Caio vendeu a vinde revista por 500 mil reais e anda de fita velho! ora isso é conversa pra boi dormir.

  27. Vá lá na casa dele (alugada) em Brasília e verá.


Conheça também